Resenha: Os Sofrimentos do Jovem Werther, de Goethe


download+%281%29.jpg (190×303)

Título: Os Sofrimentos do Jovem Werther
Autor: Johann Wolfgang Von Goethe
Páginas: 154
Adicione: Skoob
Editora: Martin Claret
Sinopse: Os sofrimentos do Jovem Werther é definido como um marco na literatura alemã e mundial. Escrito em 1774, foi uma das obras que mais influenciaram os jovens do período. Marcada por uma narração densa, lírica e essencialmente psicológica, a personagem atormentada de Werther tornou-se um modelo de herói pré-romântico. A obra narra a paixão devastadora de Werther pela bela Lotte, com tom confessional e intimista, por meio de cartas, a história é comovente.





RESENHA 
Os Sofrimentos do Jovem Werther, um romance alemão, escrito no século XVIII, considerado um dos marco da era do romantismo. Também foi meu primeiro livro que li baseado em cartas, onde o jovem Werther manda para seu amigo Wilhelm, relatando sua vivência na cidade Wahlheim e como conhece Charlotte ou "Lotte". De início, se torna um pouco cansativo a leitura, pois, Werther relata sua vida cotidiana na cidade, sem grandes emoções ou aventura. Porém, sem muito detalhes e extensivo. As cartas se tornam convidativas pela espera de alguma surpresa, e que surpresa!

São diversas edições existentes sobre o livro, que é divido em duas partes. A primeira conta quando conhece sua amada e que no final, decide partir. A segunda parte, relata sua volta e o desfecho que o amor o levou.

O amor foi a primeira vista, Werther ficou encantando com tudo em Charlotte, ou Lotte. Logo as cartas ficam mais românticas e cheias de desejos que Werther descreve para seu amigo. Somos tomado pela emoção e a espera de que algo aconteça entre os dois, mesmo sabendo que Lotte já está comprometida e seu noivo não está na cidade. São poucos os dias felizes de Werther ao lado da amada, com a chegada do noivo Albert, começamos a ver uma mudança na escrita das cartas, o desejo por Lotte passa a aumentar obsessivamente. Sofremos em parte com Werther, ter que conviver com um amor com o qual nunca, jamais, poderá tocar e estar. A partida não dura muito, logo Werther resolve voltar, e há uma mudança maior de seu humor, o jovem já está em um nível descomunal de depressão e infelicidade. 

Pois com certeza, é mais fácil morrer do que suportar firmemente uma vida de suplícios - Albert, página 56. 

O desfecho da história faz realmente jus a época a qual foi escrita. Um dos pontos interessantes é o fato de ter se passado quase 4 séculos e muito coisa continua igual, a relação de amor e loucura, com finais inesperados e o poder político e burguesia. Temos uma visão da história do passado que continua praticamente a mesma nos dias de hoje.

Para quem interessa o romantismo e marcos na história, esta é uma boa indicação de leitura. Goethe foi um dos maiores escritores daquele período e continua sendo fonte de inspiração nos dias atuais. Ele e suas obras, são estudadas em escolas e faculdades, além de ser uma leitura rápida e proveitosa.


Beijos de luz! ;*

Compartilhe:

0 comentários