A Queda dos Anjos, de Susan Ee

Título: A Queda dos Anjos
Autora: Susan Ee
Trilogia: Fim dos dias
Páginas: 279
Skoob: Adicione
Editora: Verus
Sinopse: Quando o mundo que conhecemos está prestes a ser arrasado, é preciso apostar tudo na redenção. Os anjos do apocalipse chegaram e vieram para aterrorizar a humanidade e acabar com o mundo moderno. Gangues de rua tomam conta do dia, enquanto o medo e a superstição dominam a noite. Quando anjos guerreiros sequestram uma menininha indefesa, sua irmã mais velha, Penryn, fará o que for preciso para salvá-la. Até mesmo um acordo com um anjo inimigo. Raffe é um guerreiro caído, que perdeu as asas. Depois de eras lutando suas próprias batalhas, ele é resgatado de uma situação desesperadora pela jovem Penryn, que concorda em ajudá-lo desde que ele mostre a ela como encontrar sua irmã. Viajando por um mundo sombrio e perigoso, eles podem contar apenas um com o outro para sobreviver. Juntos, vão em direção à fortaleza dos anjos em San Francisco, onde Penryn arriscará tudo para resgatar sua irmã, e Raffe se colocará à mercê de seus piores inimigos pela chance de voltar a ser inteiro.

RESENHA
Com certeza este é um dos livros que entrou na lista dos meus favoritos. Estou impressionada como alguém pode escrever algo com uma mistura de tudo que eu gosto desde a narração aos acontecimentos, cheio de ação, suspense, terror, destruição e uma leve pitada de romance.

A Queda dos Anjos, primeiro livro da trilogia “Fim dos Dias” da autora Susan Ee, vai contar após os anjos terem vindo para Terra, assim que romperam as barreiras dimensionais, vários desastres naturais caíram sobre a Terra. E se você acha que os anjos são seres belos, bons e a salvação, está muito enganado meu caro leitor.

Temos como protagonista, Penryn, uma jovem de 17 anos que tenta sobreviver em meio a destruição, juntamente com sua mãe esquizofrênica e sua irmã, de 7 anos, paraplégica. Logo de cara temos este choque, pois imaginamos como alguém que carrega duas pessoas assim, vai conseguir sobreviver em meio ao Apocalipse.

A história se inicia quando Penryn está saindo de um lugar, para encontrar outro que tenha alimento. No meio do caminho, ela e sua família, veem cinco anjos lutando contra um. Penryn pede que sua mãe corra e se esconda, enquanto tenta levar sua irmã para longe, porém, fica impressionada e tentada a ajudar o anjo que está sendo atacado, fazendo com que outro anjo a note. Os outros anjos, conseguem arrancar com tamanha violência a asa deste anjo, enquanto que com a distração de Penryn, um dos anjos leva sua irmã embora. Ela não consegue encontrar sua mãe e acaba levando o anjo ferido para um dos prédios destruídos que um dia foi um escritório de luxo. Revoltada e confusa, faz de tudo para que o anjo acorde e revele para onde aqueles outros anjos levaram sua irmã, chegando até a fazer tortura com o anjo.

A partir daí, com alguns acontecimentos, os dois começam a trabalhar juntos. Descobrimos que o anjo se chama Raffe. E não, não há todo aquele romance que estamos acostumados em ver na maioria de livros sobre anjos, há sim um certo romance, mas isto é irrelevante a princípio com tamanho caos que está acontecendo no mundo.

Susan conseguiu colocar a cada capítulo, um momento, um acontecimento, uma ação que faz com que você queira ler o próximo, e depois o próximo, até não parar mais. Os anjos são rebeldes, não se misturam com Filhas dos Homens (além de caírem, todos veem os humanos como seres inferiores, e chamam eles de macacos), mas ostentam elas em festas regada de luxuria e diversão.

- Os anjos são criaturas violentas.- Sim, eu percebi. Costumava pensar neles todos doces e gentis.- Por que acha isso? Mesmo na sua Bíblia, somos anunciantes de desgraça, dispostos e capazes de destruir cidades inteiras. Só porque alertamos um ou dois de antemão não faz de nós altruístas.

A história trata de questões políticas, onde o Anjo Gabriel é dado como morto e é preciso haver um novo Anjo Mensageiro; mas dependendo de quem for escolhido, ele decidirá se irá destruir o resto da humanidade ou regressar de volta. Há tanta atrocidade cometida por alguns anjos, que é difícil não chorar com os experimentos e coisas horríveis feita principalmente as crianças.

Este livro traz tanta coisa e você acaba ficando impressionado principalmente com a mãe de Penryn, ela pode até ser doida, mas diante de tudo, parece a mais lógica dali.

Achei este livro por acaso, e me apaixonei. Li os três em menos de uma semana, pois precisava ver o desfecho desta história. Vale a pena dar uma chance para este maravilhoso livro.

BEIJOS DE LUZ! ;*

Veja também

0 comentários